FUEP Eleições 2017 – Manifesto do Pai Anthony de Iemanjá

Por

Publicamos abaixo o Manifesto do Pai Anthony de Iemanjá, candidato a presidência da FUEP – Federação Umbandista do Estado do Paraná

Saravá minhas irmãs e irmãos de fé!

Inegavelmente é um desafio muito grande representar os Umbandistas do Estado do Paraná na presidência da FUEP, entretanto resolvi assumir porque acredito que são necessárias novas pessoas, com novas ideias, com novo ânimo, vontade e disponibilidade para continuar o combate pelo fim da discriminação e do preconceito que ainda vivemos, simplesmente por querermos exercitar a nossa fé: tocando os nossos atabaques, cantando, dançando, enfim adorando os Orixás e Guias da Umbanda.

Verdadeiro, honesto e humilde é assim que eu me vejo, é assim que gostaria de ser reconhecido. Além disso sou também acessível e amigo. O meu caráter é moldado por valores, dentre os quais o principal é valorizar os relacionamentos.

Sou um cara que vive os dilemas comuns que todos vivem, alguém que como você, passa pelos mesmos “perrengues” que todos passam.

Dessa forma, apresento os pontos centrais que definem a minha candidatura:

1 – A união dos terreiros em prol do bem comum!

Fragmentados, cada um dando tiros para todos os lados, não chegaremos a lugar nenhum, continuaremos na eterna busca de legitimidade para a nossa religião sem alcançar efetivamente.

2 – Mobilizar os jovens umbandistas

Buscar os umbandistas mais jovens, incluindo-os em diversas atividades culturais e sociais, quebrando um pouco o egocentrismo que vivemos e trabalhar em conjunto, não só pelo fortalecimento da nossa Umbanda, mas da sociedade como um todo. Nós, mais jovens temos que passar uma Umbanda melhor do que essa que recebemos das gerações anteriores, devemos isso aos umbandistas que vierem depois de nós!

3 – Celebrar a vida

Também sou um cara sensível, espero entender tudo aquilo que realmente importa e emociona nessa vida, assim, acredito que temos que comemorar desde as pequenas até as grandes conquistas, reconhecendo a presença divina onde ela se mostra.

4 – O cidadão Umbandista

A FUEP para ser importante na vida dos umbandistas não pode ser simplesmente umbandista, tem que tornar-se um ponto de apoio dos menos favorecidos, dos grupos LGBT, das mulheres, dos negros e negras, dos idosos, pela sua legitimação e reconhecimento, somente assim, efetivamente fará parte do dia a dia dos umbandistas.

5 – A saúde do planeta
Por último, mas não menos importante, o cuidado com o planeta em que vivemos tem que ser constante, preservar o planeta é preservar a nossa fé, afinal a Umbanda é uma religião que faz de altar os pontos de força da natureza.

Associe-se a FUEP e venha sonhar comigo, pois sonho que se sonha junto é fonte de poder.

Axé!

Compartilhar

Posts recomendados