A Umbanda cresce

Artigo de Aramis Millarch originalmente publicado em 20 de setembro de 1974

Apesar do projeto de lei nº 73/74, oriundo da Assembleia Legislativa que declarava de Utilidade Pública a Confederação Umbandista do Paraná, ter sido vetado pelo governador, o movimento umbandista do Estado está crescendo cada vez mais, o que inclusive animou o sr. José Maria Bittencourt, proprietário de um ervanário na cidade e de grande liderança entre as tendas da cidade, a se candidatar, novamente, a uma cadeira no Legislativo, tentando conseguir no Paraná aquilo que os umbandistas já tem há anos na Guanabara: representação parlamentar.

Somente nas últimas semanas mais de 20 novos centros de Umbanda foram registrados no Paraná, conforme publicações feitas no “Diário Oficial do Estado”. Considerando-se que muitos outros ainda estão em processo de legalização, é de se imaginar o imenso número de tendas fundadas a cada mês, nos mais diferentes pontos do Paraná.

Eis alguns exemplos de novos centros de umbandismo: na desconhecida cidade de Lerroville, em agosto, foram fundados os Centos Espíritas de Umbanda e Mesa Branca São Sebastião e Nossa Senhora Aparecida: em Londrina, passaram a funcionar mais o Centro Espírita de Umbanda Pai João de Aruanda e o Centro Espírita de Umbanda Ogum Beira Mar; em Arapongas, o Centro Espírita de Umbanda Pai Francisco e o C. E. de Umbanda São Jorge: em Maringá, o C. E. de Umbanda e Mesa Branca Auxiliação M. Santíssima; em Rio Bonito, o Centro Nossa Senhora Aparecida Mesa Branca; em Campo Mourão, o Centro Espírita de Umbanda São Cosme e São Damião; em Capitão Leônidas Marques, o Centro Espírita Santo Antônio Mesa Branca; em Cascavel, o Centro Espírita Nossa Senhora das Graças; em Umuarama, o Centro Espírita Cosme e Damião. Em Curitiba, onde o crescimento da Umbanda é mais acentuado, os mais novos centros são a Tenda de Umbanda Taba de Pai Xangô, o Centro de Umbanda Reino de Oxalá e, no bairro do Capão Raso, a Tenda de Umbanda Cabocla Iracema. Se José Maria Bittencourt conseguir o apoio de pelo menos 10 adeptos de cada tenda do Estado, [tranquilamente] estará entre os mais votados a 15 de novembro.

Texto de Aramis Millarch, publicado originalmente em:

Veiculo: Estado do Paraná
Caderno ou Suplemento: Almanaque
Coluna ou Seção: Tabloide
Página:4
Data:20/09/1974

http://www.millarch.org/artigo/umbanda-cresce, acesso em 08/11/2017